Morre “Chorão”, vocalista da banda Charlie Brown Jr


Chorão

Chorão (Foto: Divulgação)

Na madrugada desta quarta-feira, 06/03, perdemos um dos ícones do rock brasileiro: Chorão, vocalista e compositor da banda Charlie Brown Jr. O cantor tinha 42 anos.

Chorão foi encontrado, até então desacordado, pelo seu motorista em seu apartamento, na Zona Oeste de São Paulo. Logo após ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas ele já estava morto. A Polícia Militar também recebeu um chamado para averiguar a morte do cantor.

O caso será investigado pela 14ª DP, sendo encaminhada depois para o DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção a Pessoa). As causas da morte, até o momento, ainda são desconhecidas.

Trajetória

Alexandre Magno Abrão nasceu em 9 de abril de 1970, em São Paulo. Teve  infância e adolescência difíceis, trabalhava ajudando a mãe desde cedo, vendendo pastéis na rua. O apelido “Chorão” foi dado pelos amigos dele de infância, quando ele aprendia a jogar skate e caía toda hora e chorava, e os amigos falavam assim: “não chora!” e aí pegou.

A banda Charlie Brown Jr. foi formada por Chorão nos anos 90, mas especificamente em 1992, na qual tinha formação inicial composta por Chorão, Champignon, Thiago Castanho, Renato Pelado e Marcão. As músicas que ele compunha davam voz a juventude, com muita crítica às diferenças sociais e à política.

Em 2007, Chorão foi roteirista do filme “O Magnata”. O filme conta a história de um playboy revoltado com a vida, ídolo de uma banda de rock. Estrelado por Paulo Vilhena, o filme contou com a participação de artistas como Chico Díaz, Maria Luíza Mendonça, Milhem Cortaz, dentre outros.

Atualmente, eles já tinham diversos shows agendados, dentre eles no Credicard Hall, em 6 de abril, próximo de seu aniversário, que seria 9 de abril, onde completaria 43 anos.

A banda lançou 10 discos e vendeu mais de 5 milhões de cópias.

Assista a um dos principais clipes da banda, na voz do Chorão:

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes
Anterior Tatuagens femininas: pés e tornozelo
Próximo Caranguejada: como preparar