Brasil é o 5° país campeão em download ilegal de músicas


Pirataria

Pirataria

O Brasil é o quinto país com maior número de downloads ilegais de arquivos de música na internet, segundo dados obtidos através de uma pesquisa feita pelo serviço de monitoramento musical Musicmetric. O levantamento foi batizado de Index da Música Digital, e avaliou a localização e o volume de downloads feitos via torrent, o serviço mais utilizado para fazer downloads de arquivos no geral.

Em primeiro lugar aparecem os Estados Unidos, com mais de 96 milhões de downloads, mais que o dobro da segunda colocada, a Grã-Bretanha, que aparece logo após com aproximadamente 43 milhões de downloads. Em seguida, encontram-se a Itália e o Canadá. E por fim, o Brasil, ocupando o 5º lugar, com mais de 19 milhões de downloads ilegais de arquivos de música.

Durante o período em que a pesquisa ocorreu, mais de 3 bilhões de músicas foram baixadas via torrent. Este serviço é um dos mais utilizados mundialmente, pois os arquivos são baixados de forma aleatória, através de computadores de outros usuários, e são reconstituídos no final do processo de download.

Curiosidades

De acordo com a pesquisa, o disco Talk that Talk, da cantora americana Rihanna, foi o mais baixado em toda a internet, com mais 1,2 milhões de downloads. A cantora britânica Adele e o cantor belga-australiano Gotye também estão na lista dos mais populares mundialmente.

O DJ americano Billy Van aparece na lista como o mais baixado nos 20 primeiros países da lista. O EP do DJ, The Cardigan, possui a licença para distribuição gratuita na internet através do torrent. Por esta razão, o álbum era enviado gratuitamente a todos os que faziam o download de um programa para baixar os arquivos de música via torrent.

Mais informações

De acordo com os dados gerais, segundo a Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI), o Brasil ocupa o 2ª lugar do ranking com 44% dos usuários que baixam conteúdo ilegal pelo menos uma vez por mês, perdendo apenas para a Espanha, com 45%.

Esses números tendem a crescer cada vez mais, o que para algumas organizações não é algo totalmente negativo. De acordo com relatos de próprios artistas, os downloads ilegais dos seus arquivos de música influenciam no aumento das vendas de seus ingressos para shows.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes
Anterior Aumente a segurança do seu e-mail e proteja-se na internet
Próximo Reynaldo Gianecchini de volta à TV em "Guerra dos Sexos"