Se você alguma vez acordou sentindo um incômodo na pálpebra superior ou inferior, provavelmente deve ter constatado ao longo do dia que estava com terçol.

O terçol – ou hordeólo, como é formalmente chamado – nada mais é que uma inflamação das glândulas palpebrais, e geralmente não têm uma causa específica, podendo ser causado seja pela oleosidade da pele, maquiagem obstruindo os poros da região ocular, ou ainda, por disfunção hormonal e acúmulo de secreção nas glândulas da extremidade da pálpebra.

Felizmente, a inflamação não é contagiosa e pode ser tratada unicamente com a alternância de compressas mornas e geladas no olho inflamado, pois isso ajuda a desobstruir as glândulas por meio da dilatação das mesmas (sim, aquela técnica de “esquentar” o dedo você sabe com o quê e por no olho inflamado, que sua mãe ou avó ensinou, funciona, embora não seja tão efetiva quanto as compressas mornas). Caso você sinta muita dor, analgésicos e anti-inflamatórios também podem ajudar, mas antes você deve procurar um médico para que possa ser receitado.

TerçolO terçol só passa a oferecer algum perigo quando não é curado dentro de mais ou menos 2 semanas: nesse caso, ele pode sofrer solidificação, tornando-se o que os médicos chamam de calázio, só sendo possível sua retirada com um processo cirúrgico relativamente rápido.

Caso você venha tendo terçóis com muita frequencia, tente mudar a sua alimentação e buscar um médico, pois você pode estar passando por alguma alteração hormonal.

No geral, não se desespere, pois a doença pode incidir tanto em bebês quanto em pessoas da terceira idade, e não é causada por nenhuma bactéria específica. Tratamento com antibióticos só pode ser necessário caso você tente espremê-lo à força, sem deixar que o pus saia naturalmente: neste caso, os riscos de uma infecção mais generalizada se torna bem maior. Portanto, se cuide com as compressas mornas, que em poucos dias o terçol deve ser curado!

Quer receber mais novidades e promoções exclusivas? Digite seu email!

Curtiu? Compartilhe isso com seus amigos!

Terçol: causa, sintomas e tratamento
0 votes, 0.00 avg. rating (0% score)