Não há como negar: o iPhone, por ser um dos smartphones mais populares do mundo, é também o principal alvo de roubos em vários países.

Se você, assim como milhares de pessoas, foi alvo de um desses usurpadores e acabou tendo o seu iPhone roubado, ou deseja saber algumas dicas de como agir caso isso aconteça, saiba que existem algumas ferramentas que podem te ajudar a rastrear o ladrão e até mesmo bloquear totalmente o seu iPhone.

Meu iPhone foi roubado. E agora?

A primeira coisa a fazer, caso você ainda não tenha feito, é dar uma queixa na delegacia mais próxima da sua região. Informe o máximo de dados relacionados ao seu aparelho que você puder, como número da sua linha, IMEI (identificador único de cada celular) e número de série. Essas informações geralmente podem ser encontradas na nota fiscal de compra do seu aparelho. Além disso, se tiver o número do IMEI e do B.O. em mãos, ligue para a sua operadora e solicite um bloqueio do IMEI. Nem todas fornecem este serviço, mas isso garante que nenhum chip da operadora possa ser utilizado no iPhone roubado, já que o IMEI (identidade única do aparelho) estará bloqueado na rede.

Em segundo lugar, você precisa aprender a bloquear remotamente o seu aparelho. Para fazer isso, é necessário que o seu aparelho tenha a opção “Buscar Meu iPhone” devidamente configurada (o app em questão pode ser baixado aqui), além de ter em mãos os dados da sua Apple ID.

A opção de buscar seu iPhone, juntamente com o iCloud, é oferecida gratuitamente desde a versão 5 do iOS (sistema operacional do iPhone). Se você não configurou corretamente, ou pulou essas etapas… sinto muito, mas vai ser MUITO mais difícil localizar o seu aparelho roubado. Caso você tenha configurado tudo corretamente ao iniciar o aparelho pela primeira vez, parta para a próxima etapa.

Localizando o iPhone roubado

iPhone perdido - buscar (Foto: Divulgação)

Vá até o site do iCloud (www.icloud.com ) e digite os dados da sua Apple ID. Feito isso, será mostrada uma tela contendo alguns ícones. Clique no ícone “Buscar meu iPhone”. Caso o seu iPhone esteja conectado à internet, será mostrada a sua localização atual em um mapa. É importante lembrar que a localização fornecida pelo iCloud é aproximada, portanto, nem sempre pode ser exata. Se o seu aparelho não estiver conectado à internet naquele momento, é dada uma opção de localizá-lo mais tarde, assim que ele se conectar à rede.

As opções que você tem no iCloud são: reproduzir um som (útil para quando você está próximo à localização do aparelho), modo perdido (mostra opcionalmente uma mensagem personalizada na tela do seu celular perdido/roubado, além de oferecer a possibilidade de bloqueá-lo com um código, caso você não tenha feito isso), e apagar iPhone (esta última deve ser usada com muita cautela, visto que não será mais possível rastrear o seu aparelho após utilizar essa opção, embora ela forneça segurança de dados).

Após localizar o seu iPhone este método, o próximo passo é tentar recuperar o seu aparelho das mãos do usurpador.

Recuperando o seu iPhone roubado

Antes de prosseguir com essa etapa, é importante lembrar que nem sempre é possível recuperar um iPhone roubado. Se o ladrão for esperto o bastante e tiver um bom conhecimento de como funciona o aparelho, ele pode tê-lo desligado imediatamente após o roubo, além de ter apagado os seus dados usando métodos mais avançados.

Mas se você tiver sorte e paciência, pode ser possível sim recuperar o seu aparelho perdido.

Para isso, se você tiver outro iPhone ou dispositivo iOS com conexão à internet disponível (pode ser de amigo, parente, vizinho, namorado[a], etc), utilize o aplicativo Buscar Meu iPhone (o link se encontra nesse artigo) com o seu id e senha da Apple no dispositivo para poder verificar em tempo real a localização do seu iPhone.

Entre em contato com a polícia com o B.O. em mãos para que eles possam recuperar o seu aparelho junto com você, afinal, sabe-se lá o que você vai encontrar na localidade onde o seu iPhone se encontra. A polícia de várias regiões tem se mostrado bastante solícita em casos como esse, portanto, não deve ser difícil você conseguir ajuda com eles.

Feito isso, vá até onde aparelho se encontra, junto com os policiais, e faça o possível para ajudar a localização do seu iPhone, seja informando os dados do rastreamento ou utilizando a opção “reproduzir som” do Buscar Meu iPhone, por exemplo. Embora raros, existem diversos casos de pessoas que conseguiram recuperar os seus smartphones roubados utilizando estes métodos.

Prevenir-se ainda é a melhor solução

iPhone roubado (Foto: Divulgação)
Embora não possamos prever, existem algumas dicas que podem prevenir ou até mesmo evitar que o seu iPhone seja roubado, além de facilitar a localização e identificação do ladrão, caso isso aconteça. Confira:

  • Procure deixar a opção de compartilhamento de fotos ativa no seu celular. Desta forma, toda foto tirada com o seu iPhone, mesmo roubado, pode ser sincronizada com o seu computador, o que ajuda BASTANTE a localizar o atual “dono” do seu aparelho. Para isso, vá em Ajustes > iCloud > Compartilhar Fotos e ative a opção “Meu Compart. de Fotos”.
  • Ative um código de bloqueio para quando o seu celular estiver inativo. Isso evita que intrusos, incluindo o próprio ladrão, bisbilhotem os seus aplicativos e arquivos pessoais, além de teoricamente te dar mais tempo para localizar o seu iPhone perdido/roubado (afinal, é bem capaz que quem esteja com ele em mãos tente diversos códigos para desbloqueá-lo). Para ativar esta opção, toque em Ajustes > Geral > Bloqueio por Código e configure um código de bloqueio para o seu celular.
  • Evite sair com o seu iPhone para locais duvidosos/perigosos. Como nem sempre é possível ficar sem celular, se você tem um aparelho mais barato e que faz e recebe ligações normalmente, utilize-o especialmente para isso (passar por ruas desertas, correr, etc). Existem adaptadores de chip que podem deixar o chip do seu iPhone compatível com qualquer celular.
  • Evite deixar o seu iPhone muito “à mostra”, principalmente em locais públicos e muito movimentados. As chances de você ser roubado e do ladrão sumir no meio da multidão são grandes.
  • Procure não deixar o seu iPhone em cima de mesas ou locais parecidos, principalmente em bares/restaurantes. É bem provável que, entre uma cerveja e outra, você acabe esquecendo ele em cima da mesa. Alguns minutos, mesmo que seja para uma ida ao banheiro, podem significar uma oportunidade excelente para o ladrão.
  • A principal: sempre que você tiver oportunidade de deixar o seu iPhone em casa, faça-o, não custa nada. Nem sempre temos a necessidade de estarmos conectados às redes sociais 24hs por dia, e se isso é dispensável em algum momento… por que arriscar, não é mesmo?

Esperamos que com nossas dicas você consiga ter um pouco mais de tranquilidade com o seu aparelho. Se ele foi roubado e você conseguiu recuperá-lo, conte-nos como foi nos comentários!

Quer receber mais novidades e promoções exclusivas? Digite seu email!

Curtiu? Compartilhe isso com seus amigos!

Como bloquear ou até mesmo recuperar o seu iPhone roubado
2 votes, 3.00 avg. rating (57% score)