Vamos ser sinceros: é quase unânime a quantidade de pessoas que usam óculos ou lentes de contato, mas desejariam se livrar de vez do incômodo que é usá-los. Os óculos, pela parte estética; as lentes de contato, pela manutenção e cuidados que exigem.

Por conta disso, muitas dessas pessoas optam por fazer uma cirurgia corretiva de miopia, mas acabam desistindo logo de início, devido ao seu preço elevado e ao receio com os riscos que envolvem cirurgias deste tipo.

A cirurgia de miopia, também conhecida como cirurgia refrativa, nada mais é que uma cirurgia que modela a córnea do paciente – a lente “natural” que temos nos olhos – de forma que ela fique mais plana, e que a imagem se forme exatamente sobre a retina, e não antes, pois a miopia é causada justamente pelo foco da imagem se formar antes de chegar à retina.

Cirurgia para miopia

Cirurgia para miopia: preços podem variar de R$ 1.000,00 a mais de R$ 3.000,00 por olho, a depender do grau

Antigamente, lá pela década de 70, a cirurgia de miopia era feita de forma um tanto primitiva: com um bisturi, o médico cortava habilmente a córnea do paciente, deixando o ponto central livre. Isso causava bastante incômodo pós-operatório no paciente, e com o tempo, começava a se formar hipermetropia no mesmo.

Porém, em 1989, foi inventado o método LASIK, que é o mais utilizado atualmente e consta na modelagem da córnea através de um laser para deixá-la mais fina, e consequentemente, corrigir o grau do paciente. Em cerca de 20 minutos de cirurgia, o médico pode retirar até 10 graus do paciente, e é sobre ela que vamos falar.

Como é feita a cirurgia para correção de miopia?

Nesta cirurgia refrativa, são pingadas algumas gotas de colírio anestésico no olho do paciente. Caso o paciente esteja muito nervoso, o médico pode optar por dar um leve sedativo antes de iniciar a cirurgia.

Miopia: como a imagem é formada

Miopia: a imagem é focalizada antes de chegar à retina, fazendo com que objetos mais distantes percam o foco

Após isso, é colocado uma espécie de gancho (chamado de bléfaro) nas pálpebras do paciente para que ele não pisque, e o epitélio (membrana que reveste a córnea) é cortada. Antes, essa pele era cortada totalmente, em formato de tampa; hoje em dia, ela é deixada pendurada durante a cirurgia, pois verificou-se que a cicatrização do paciente é muito mais rápida desta forma – sem ela ser retirada totalmente.

Feito isso, o laser – de altíssima precisão – começa a “trabalhar” de forma extremamente rápida. O paciente pode inclusive movimentar o globo ocular, pois o laser lê a superfície dos olhos até 4.000 vezes por segundo, o que faz com que ele sempre acerte no ponto certo. Após modelar a córnea corretamente, de acordo com o grau do paciente, o epitélio é recolocado e o paciente já está liberado. A cirurgia de miopia dura em média 20 minutos.

Apesar de a recuperação do epitélio ser extremamente rápida, o paciente deve ficar um mês sem praticar esportes, tomar banhos de piscina ou de mar e esfregar os olhos, porém pode praticar suas atividades diárias normalmente.

Preço da cirurgia de miopia

O preços da cirurgia de miopia variam de grau pra grau. Geralmente, os preços variam entre R$ 1.200 a até mais de R$ 4.000,00 para cada olho, porém os consultórios/hospitais podem oferecer opções de financiamento do valor, como cheque, cartão de crédito, etc.

Se o seu grau for maior que 6 graus de miopia, alguns planos de saúde podem cobrir a cirurgia. Entre em contato com o seu plano e se informe sobre isso.

Riscos da cirurgia de miopia

Os riscos que envolvem a cirurgia refrativa são os mesmos das cirurgias normais, como chances (pequenas) de algo dar errado durante a cirurgia. Para isso, procure um bom hospital e um cirurgião conceituado.

Além disso, a cirurgia consegue curar 90% dos casos de miopia. Em outros casos, pode sobrar algum grau, mas isso se dá pelo fato de a cicatrização da córnea/epitélio não ser a mesma de paciente pra paciente. O ideal é que você faça todos os exames pré-operatórios que o seu médico/oftalmo te receitar, para diminuir ao máximo os riscos da cirurgia.

Quem pode fazer

Pessoas acima de 21 anos e com grau estabilizado (isso é muito importante, pois caso seu grau ainda não tenha se estabilizado, a cirurgia não adiantará de nada), pacientes que não tenham a córnea muito fina (visto que isso impede a cicatrização) e pacientes que não tenham anomalias/doenças oculares, como olho muito seco, catarata, entre outras.

Independente do que falamos aqui, é crucial que você se informe com seu oftalmologista a vontade de fazer uma cirurgia corretiva de miopia. Ele te guiará por todo o processo, responderá com propriedade a todas as suas dúvidas e fará com que você possa ir à sala de cirurgia tranquilo e confiante de conquistar a sua liberdade.

Lembre-se: caso você tenha condições de fazer a cirurgia, faça! É um investimento que valerá por sua vida inteira.

Quer receber mais novidades e promoções exclusivas? Digite seu email!

Curtiu? Compartilhe isso com seus amigos!

Cirurgia para miopia: como é feita, preço e riscos
8 votes, 4.12 avg. rating (78% score)